Aqui você saberá mais detalhes desse caso que abalou o Brasil em 1989










Blog criado para divulgar este caso que com o passar dos anos acabou sendo "esquecido". Maristela foi friamente assassinada pelo ex marido que também atirou contra os 2 filhos do casal e o cunhado em 04/04/1989. Depois de mais de 21 anos de espera na justiça, o caso foi à juri popular no dia 01/06/2010 em Jaboatão dos Guararapes, PE.O assassino foi condenado a 79 anos, ficou foragido por 2 anos e 5 meses, e graças a uma denúncia anônima foi capturado e preso em outubro de 2012.

JUSTA HOMENAGEM

É com muito orgulho que publicamos o post de hoje! Graças a toda  população que votou, o nome de nossa mãe foi o escolhido para ser o nome do novo Centro de Referência da Mulher em Jaboatão.
Após 21 anos esquecida, Maristela voltará a ser lembrada, agora, para sempre. Não mais apenas por seus filhos e familiares, mas sim por toda a população Pernambucana. Infelizmente ela não está mais aqui entre nós para receber essa homenagem da prefeitura de Jaboatão e do povo pernambucano que votou.
Maristela foi vítima, foi morta por seu ex-marido. Que seu nome e sua memória sirvam de exemplo e lição para que mulher nenhuma mais precise sofrer ou passar pelo que ela passou. O Centro será criado para dar proteção e auxílio às mulheres vítimas de violência, espero que seja inaugurado e permaneça aberto, mas que nunca precise receber mulher nenhuma! Pois será um sinal de que as violências e agressões sofridas pelas mulheres haverá acabado! Parece utópico, mas é o que devemos esperar dos homens de nossa sociedade.

Maristela vive! Em nossos corações e agora mais que nunca.

Nenhum comentário:

Você se lembra deste caso?